fbpx

Criptomoeda para Time de Futebol e outros esportes

O FUTURO DO SISTEMA DE RECOMPENSAS PARA O CLUBE ESTÁ AQUI
Futebol e outros tipos de clubes esportivos podem usar blockchain e criptomoedas. A Sportcash One Network oferece parcerias interessantes que só continuarão a crescer nos próximos anos. Desde a corporalizarão e comercialização do futebol nos últimos 30 anos, os ganhos financeiros do jogo foram enormes. Faz sentido que isso vá forjar alianças que avancem em um cenário econômico novo e corajoso, e já é aparente que a fidelidade é bem valorizada no paraíso do Esporte.

A consideração de um Token “Fã” para torcedores emitido por cada clube em uma liga ou associação da liga em si proporcionará muitos benefícios adicionais para ambos os clubes e torcedores, trazendo-os juntos com um interesse comum nos negócios do esporte, enquanto melhora um número de ineficiência e componentes inter-relacionados que existem atualmente. A Sportcash One fornecerá aos clubes um novo modelo de financiamento, que envolve design de tokens, serviços de emissão, Cambio descentralizada em uma carteira personalizada.

O token de fã de cada clube ou atleta, que será comercializado no Exchange integrado na carteira personalizada do Sportcash One DEX contra seu token nativo $ SCONE, permitirá que os fãs votem em decisões do Time em um próximo aplicativo para dispositivos móveis. Com a plataforma, os fãs podem responder às perguntas dos clubes, permitindo que a voz dos apoiadores seja ouvida e criando uma conexão emocional entre o clube e seus fãs.

O futebol é o esporte mais popular do mundo, então, naturalmente, isso abre enormes oportunidades de tokenização e uso da tecnologia blockchain. Já estamos começando a ver vários clubes em parceria com empresas de blockchain como Corinthias, Arsenal, Juventus, Flamengo que usam as criptomoedas como um sistema para recompensar os torcedores. Assim como os clubes que fazem parcerias importantes, também começaremos a vê-los explorando os muitos outros benefícios de uma indústria de US $ 40 bilhões.


TOKENS PARA CLUBE CARACTERÍSTICAS


Serviço de Emissão de Tokens

Carteira personalizada

Serviço Kyc

Ativo Inteligente

Tokens Inteligentes

Transação de taxas baixas abaixo de 0,1 centavos

Transação rápida menos de 20 segundos

Emissão de ativos do Scrypt

Design de token

Modelo financeiro

Regulação e registro legal

Sistema de segurança de ativos em blockchain e carteira fria

Airdrop

Asset menagment

Troca de DEX com vários ativos de esporte e criptografia

Exchange DEX integrado na carteira

Sistema de troca P2P DEX

Sistema de votação

Mercado

Rede social

Os Clubes Esportivos se tornaram um passatempo caro, apoiando sua equipe com ingressos, viagens, mercadorias e concessões, etc., custando a cada torcedor milhares de dólares por ano. Interromper a atual infra-estrutura de terceiros que muitos clubes usam hoje como mercado de ingressos e mercadorias pode fornecer total transparência, enquanto a natureza descentralizada de um Token de Fan fornece o surgimento de um ecossistema financeiro revolucionário que permite que os clubes passem alguns dos poupança diretamente em seus fãs

.
COMO OS CLUBES BENEFICIAM


Injeção inicial em dinheiro

Clubes podem criar um novo fluxo de receita

Liquidez global na carteira personalizada DEX

Público global engajado

Aumento das oportunidades de conteúdo

Transformação digital

Sistema de lealdade

Transações protegidas pelo sistema blockchain

Entrem em contato com nossa equipe para criar o Token para seu Time de esportes

como-comprar-criptomoedas

Onde e como comprar Bitcoin (BTC) no Brasil?

Com o crescimento rápido das criptomoedas, o interesse por Bitcoin tem aumentado muito, bem como seu potencial de valorização.

Nesse artigo, iremos mostrar o passo-a-passo de como comprar Bitcoin com segurança estando no Brasil. O primeiro passo é saber onde comprar. As negociações de Bitcoin ocorrem em exchanges, que são plataformas de negociação (compra e venda) de criptomoedas. Resumidamente, você precisa criar uma conta, transferir o dinheiro, realizar a compra de Bitcoin (BTC) e depois armazenar em uma wallet.

Existem diversas exchanges no Brasil, mas você precisa considerar algumas coisas importantes:

  • Tamanho: quanto maior (mais utilizada), melhor, pois tende a ser mais confiável.
  • Preço: exchanges pequenas possuem pouca liquidez, e com isso os preços tendem a ser um pouco defasados com o mercado.
  • Taxas: para fazer depósitos, retiradas e trades, existem taxas, então é interessante comparar.

Maiores exchanges

As maiores exchanges do Brasil no momento são Mercado BitcoinFoxbitNegocie Coins e Bitcoin Trade.

Para criar uma conta, basta clicar no site e iniciar o cadastro, algumas documentações serão solicitadas para validação.

*Novidade, a XP Investimentos (maior corretora do Brasil, pertencente ao banco Itaú) está abrindo sua própria exchange de criptomoedas (XDEX) e os cadastros já estão ativos. Acompanhe clicando aqui. Na XDEX, não é possível resgatar os Bitcoins ou transferi-los para outro local, eles ficam custodiados na XP. Você apenas pode resgatar em reais após vender seus bitcoins.

Melhores preços

Para comparar o preço atual que está sendo negociado em uma exchange, confira esse comparador. Obs: os valores estão sempre sendo atualizados em tempo real, então no momento em que você for comprar é possível que já esteja um pouco diferente. Mas não se assuste.

Em uma exchange, pessoas estão comprando e vendendo Bitcoin umas para as outras. Você terá sempre várias ordens de compra e várias ordens de venda; sempre que um comprador concorda em pagar o mesmo valor que determinado vendedor está disposto a vender, ocorre uma negociação. É semelhante a uma bolsa de valores.

Brasil está na lista dos 10 países que mais movimentam criptomoedas no mundo

Pesquisas de ranking que apontam os locais do mundo onde mais se movimentam bitcoin, são realmente muito difíceis de se realizar com precisão. Uma série de fatores precisa ser definida para que uma lista com 10 seja concluída.

Porém, definindo a participação da população na criptoeconomia, sua difusão no ambiente e o contexto legal de cada país, é possível se aproximar do cenário real em que estamos incluídos usando dados disponibilizados por exchanges.

Nesta pesquisa feita pela CNM, foram utilizadas informações provenientes da Localbitcoins, da Coinatmradar e Coinmap, que ajudaram a definir os 10 países que mais movimentam bitcoin no mundo. O Brasil está lá!

OBS: Países onde a política sobre o uso de criptoativos ainda é nebulosa não foram incluídos na lista, como a China e a Venezuela.

Os 10 países que mais movimentam bitcoin no mundo

1 – Japão

Com milhares de lojas físicas e online que aceitam o bitcoin atualmente, o Japão lidera a lista de países por ser um local onde as criptomoedas já estão em fase de integração total à sociedade.

Por lá o Bitcoin é considerado uma criptomoeda legal e cerca de 1 milhão de pessoas já possuem ativos em seu nome.

2 – Estados Unidos

Também considerado legal nos Estados Unidos, especialistas afirmam que já existem mais de 2445 caixas automáticos que disponibilizam o bitcoin. O fator que mais influência a posição dos Estados Unidos nessa lista, no entanto, é de que cerca de 25% das lojas do país já aceitam pagamento em criptomoedas, graças à startups que funcionam trabalhando com máquinas de cartão.

3 – Coréia do Sul

Mesmo com um mercado fechado e difícil de ser desvendado por “turistas”, nós sabemos que os bitcoins na Coréia do Sul estão com força total (na medida do possível). Por lá, cerca de 620 lojas pelo país já contam com essa criptomoeda como opção de pagamento, fazendo sucesso principalmente dentro de centros comerciais como o Goto Mall.

4 – Itália

Com dados da Coinmap e da Localbitcoins foi possível definir que pelo menos 15% de todas as lojas do mundo que aceitam bitcoins, estão na Itália. Por lá existe um movimento bem grande no que diz respeito à adoção das novas tecnologias.

Além disso o governo tem tomado medidas para que o bitcoin ajude a Itália economicamente. A criptomoeda é reconhecida inclusive como uma moeda legal.

5 – Holanda

Apesar de não ter tantas lojas assim que aceitem o bitcoin na Holanda, por lá as comunidades de entusiastas em criptomoedas estão se espalhando. Por isso o ativo é considerado legal e pelo menos 22 caixas automáticos de criptografia já estão disponíveis pelo país.

6 – Reino Unido

O Reino Unido possui diversas lojas que aceitam o bitcoin como forma de pagamento, além disso, cerca de 11% das transações globais que acontecem na rede da Localbitcoins são realizadas por lá, o que dá ao país o sexto lugar nessa lista.

7 – Suécia

Com os sistemas de pagamento eletrônico em constante desenvolvimento na Suécia, o ambiente cria um ecossistema perfeito para a implementação de criptomoedas.

Apesar de não possuir tantos caixas automáticos, a comunidade de investidores trabalhando através da Localbitcoins é bem grande e criou um movimento onde o governo se viu obrigado a aceitar bitcoins como moeda legal.

8 – Rússia

Mesmo enfrentando diversos obstáculos na Rússia, o bitcoin ganhou espaço e hoje o país é responsável por quase 16% de todas as transações envolvendo a criptomoeda através da Localbitcoins.

Eventos como a copa do mundo de 2018 foram cruciais para que nos últimos meses a lista de lojas e restaurantes que aceitam bitcoins como forma de pagamento aumentassem vertiginosamente.

9 – Brasil

Sim, estamos nessa lista!

Nosso querido Brasil não é lá uma grande potência no mundo das criptomoedas, ainda! Esse cenário pode mudar bastante no ano de 2019 com cada vez mais startups trabalhando por aqui para desenvolver esse mercado.

Por aqui, o número de lojas que passaram a aceitar bitcoin como pagamento cresceu bastante, e mesmo contando com poucos pontos de caixa automático, a Localbitcoins observa a criptoeconomia brasileira bem de perto.

10 – África do Sul

De acordo com o ranking disponibilizado pela Localbitcoins, a África do Sul aparece com algumas peculiaridades.

Mesmo não tendo um número expressivo de caixas automáticos com a criptografia, ou muitas lojas que aceitem o bitcoin como pagamento, o país está entre os que mais movimentam bitcoins no mundo pois o ativo digital é utilizado principalmente como mercadoria de troca em negociações entre executivos.

Esta lista pode não estar muito precisa, mas sem dúvidas mostra que o mundo inteiro está em um momento onde novos caminhos econômicos serão explorados no futuro. Segundo a CoinMap, cerca de 14 mil caixas automáticos oficiais pelo planeta estão recebendo transações de criptomoedas diariamente.

www.sportcashone.com

SPORT NETWORK ON BLOCKCHAIN